Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Blog de J. Cura

Blog pessoal sobre filatelia e outros colecionismos

Blog de J. Cura

Blog pessoal sobre filatelia e outros colecionismos

Inteiros postais da Rússia - Pioneiros da Computação

2 inteiros postais novos da Rússia de 2018, com 2 pioneiros da Computação: Vladimir Melnikov e Bashir Rameev.

ip_russia_2018_melnikov.jpg

Vladimir Andreevich Melnikov nasceu a  18 de agosto de 1928 na vila de Venyukovo, perto de Moscovo. Em 1951 formou-se no Instituto de Engenharia de Energia de Moscovo - MPEI. Membro da Academia Russa de Ciências, Vladimir Melnikov foi discípulo do cientista russo  Sergei Lebedev, fundador da ciência da computação nacional, o criador dos primeiros computadores soviéticos. Desde 1950, sendo ainda aluno, trabalhou no Academic Institute of Precise Mechanics and Computer Engineering (IPMCE), onde participou do desenvolvimento do primeiro computador eletrónico soviético - BESM (computadores de alta velocidade), tendo-se tornado chefe executivo da equipa. Mais tarde, esse computador foi replicado na China. Um papel significativo na vida de Melnikov foi desempenhado pela criação do computador transístor BESM-6, no qual ele trabalhou como chefe executivo. Em 1967, esse computador foi colocado em produção e foi produzido por 17 anos. Em 1969, Melnikov iniciou o projeto e desenvolvimento de um sistema de computação - BESM-6 (HI-6). Em 1975, durante o voo espacial soviético-americano 'Soyuz-Apollo' a operação foi realizada no sistema, construído com base em HI-6 e BESM-6, que também fornecia um processamento altamente automatizado de dados balísticos e telemétricos no Centro de Controlo da Missão Soviética. A partir de 1978, Melnikov começou a desenvolver um novo supercomputador, que tinha o nome de 'Electronics SS BIS' , o seu último grande projeto e era semelhante  ao supercomputador americano Cray 1. Faleceu em maio de 1993.

ip_russia_2018_rameev.jpg

Bashir Iskandarovich Rameev nasceu a 1 de maio de 1918 e faleceu a 16 de maio de 1994, foi um inventor e cientista soviético, um dos fundadores da computação soviética, autor de 23 patentes, incluindo a primeira patente no campo de computadores eletrónicos oficialmente registada na URSS - uma patente para a Máquina Eletrónica Digital Automática (1948).

As invenções de Rameev abriram caminho para o desenvolvimento de um novo campo da ciência soviética - a computação eletrónica - e para a formação de um novo ramo da indústria que a apoiasse. As ideias centrais incorporadas na invenção de Rameev do computador eletrónico incluíam: armazenamento de programas na memória do computador, uso de código binário, utilização de dispositivos externos e implantação de circuitos eletrónicos e díodos semicondutores. A primeira publicação sobre tecnologia semelhante fora da URSS apareceu em 1949-1950. Rameev também sugeriu que os dados de computação intermediários fossem impressos automaticamente em fita perfurada e enviados para o dispositivo aritmético do computador para processamento subsequente, o que significa que o processamento dos comandos seria realizado no dispositivo aritmético do computador; isso geralmente é referido como a arquitetura de Von Neumann.

De particular interesse é a invenção de Rameev de circuitos de controlo de matriz de díodo, que foram usados ​​para construir sua primeira ideia, o primeiro mainframe soviético fabricado em série "Strela" (1954).  Na década de 1950, os circuitos de controle díodo-matriz não eram muito difundidos devido às suas dimensões significativas e alto consumo de energia. Porém, com o subsequente desenvolvimento da microeletrónica e o surgimento de circuitos integrados de grande escala, que possibilitaram implantar dezenas ou centenas de milhares de díodos e transístores n uma única peça de silício, o conceito de circuitos de controlo tornou-se viável e comummente utilizado. Os computadores "Strela" realizavam cálculos em física nuclear, foguetes e pesquisas espaciais. Notavelmente, uma das "Strelas" foi usada para calcular a trajetória da órbita do "Sputnik". Para o desenvolvimento de "Strela", Rameev e sua equipa receberam o Prémio Stalin de 1º grau, que era o maior prémio soviético na época. Entre 1956 e 1969, Rameev projetou e supervisionou o fabrico de 14 computadores diferentes, incluindo: a série de computadores multifuncionais "Ural" e várias máquinas especializadas. A "famosa família de computadores 'Ural' de Rameev existiu mais de 15 anos sendo uma das pedras angulares da futura engenharia da computação russa".

 Adaptado de Wikipedia

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.