Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Blog de J. Cura

Blog pessoal sobre filatelia e outros colecionismos

Blog de J. Cura

Blog pessoal sobre filatelia e outros colecionismos

Inteiro da Croácia com carimbo do Euro 2004

147_001_croatia-zagreb-2004-soccer-football-europe

Inteiro postal da Croácia com carimbo comemorativo do Campeonato da Europa de Futebol - Euro 2004 (Portugal 2004) de Zagreb de 12/06/2004, dia de abertura da fase final do Torneio.

A seleção da Croácia jogou com a Suiça no dia seguinte, 13 de junho, no  Estádio Dr. Magalhães Pessoa em Leiria, tendo sido o resultado um empare a zero.

A Croácia ficou-se pela fase de grupos (grupo B), com 2 pontos, frutos dos empates com Suiça e França (2-2). Jogou ainda com a Inglaterra tendo perdido por 2-4.

Edis de Portugal 9 - António Rodrigues Sampaio

António Rodrigues Sampaio foi um jornalista e político, nascido em Esposende em 25 de Julho de 1806, sendo um dos mais proeminentes representantes do liberalismo nacional do século XIX. Foi deputado, ministro e presidente do Conselho (cargo equivalente ao primeiro ministro atual), entre outros cargos, além de assumido maçon.
Além dessas responsabilidades, foi eleito para a Câmara Municipal de Lisboa, em 1867, na vereação que foi dissolvida em 1868 por ocasião do movimento da Janeirinha, não chegando a tomar posse do lugar para que fora escolhido.
Por muitos considerado controverso, foi um dos representantes da imprensa de causas daquele século, agitando as opiniões com os seus polémicos e acesos artigos.

cc_20060725_esposende_antonio_rodrigues_sampaio.jp

Carimbo comemorativo ”Bicentenário de Rodrigues Sampaio”, Esposende (e igual em Lisboa). Nº cat.: 3798 e 3799

 

ip_p_2006_antonio_rodrigues_sampaio.jpg

Inteiro Postal comemorativo do bicentenário de António Rodrigues Sampaio, jornalista & político (1806-1882).  Nº cat.: 331

 

Edis de Portugal 8 - Tomás Ribeiro

Tomás Ribeiro nasceu em Parada de Gonta, Tondela, em 1 de julho de 1831, foi um político e escritor do género ultra-romântico.
Formou-se em Direito na Universidade de Coimbra em 1855, deixando um poema no Penedo da Saudade.
Iniciou a sua vida profissional como advogado, no seu concelho natal, Tondela, onde foi nomeado Presidente da Câmara Municipal, pelo Partido Regenerador. Também exerceu as funções de administrador municipal do Sabugal.
Além das funções municipais, foi Deputado, Par do Reino, Ministro da Marinha, Ministro das Obras Públicas e Governador Civil dos distritos de Braga e do Porto e ainda exerceu funções no governo da Índia Portuguesa e embaixador de Portugal no Brasil.
Tomás Ribeiro deixou uma obra vasta, em várias áreas, como o jornalismo, a poesia ou o ensaio.

carta_cc_20010206_parada_gonta_tomas_ribeiro.jpg

Sobrescrito comemorativo da Câmara Municipal de Tondela, com carimbo comemorativo: “Centenário de Tomás Ribeiro”, Parada de Gonta, de 2001/02/06. Nº cat.: 3437

 

Edis de Portugal 6 - Luís Carlos Decq Motta

O Dr. Luís Carlos Decq Motta nasceu a 16 de Junho de 1917, em Ponta Delgada, Açores.
Em 1936 matriculou-se na Universidade de Coimbra onde fez, primeiro na Faculdade de Ciências os preparatórios médicos e depois na Faculdade de Medicina, a licenciatura em Medicina e Cirurgia.
Com uma notável carreira médica passada na sua insular terra, foi durante mais de 20 anos, membro da Assembleia Municipal da Horta.
Foi agraciado pelo Presidente da República Portuguesa, Dr. Mário Soares, em 1992, com a Ordem de Mérito, Grau de Comendador, pelo papel desempenhado ao longo de toda a sua vida na assistência médica às populações das ilhas.

cc_20120515_horta_decq_motta.jpg

Carimbo comemorativo: “Ao médico e ao cidadão Prestante - Dr. Luis Carlos Decq Motta”, Horta. Nº cat.: 4240

 

Texto inicialmente publicado no artigo "Ilustres edis de Portugal" na revista Cábula Filatélica nº 27, abril de 2014 

Edis de Portugal 5 - Manuel Carrilho

Manuel Augusto Engrácia Carrilho nasceu no Sabugal em setembro de 1916, licenciou-se em Lisboa, em Agronomia.
Exerceu várias funções públicas, entre elas a de Delegado da Junta de Colonização Interna em Coimbra, deputado entre 1961 e 1965, Governador Civil de Viseu, Presidente da Comissão da Região Centro (em Coimbra) de 1971 a 1975 e Provedor da Santa Casa da Misericórdia.
Foi eleito, por um mandato, para a presidência da Câmara Municipal de Viseu, em 1985.
Refira-se ainda que o autarca era pai do antigo Ministro da Cultura, Manuel Maria Carrilho.

cc_1997092_viseu_manuel_carrilho.jpg

Fragmento com Carimbo comemorativo” Homenagem de Viseu ao Engº Manuel Carrilho, de 21/09/1997 de Viseu. Nº cat.: 3115

 

Edis de Portugal 3 - Tomás Cabreira

Tomás Cabreira nasceu em 1865 na cidade de Tavira.
A sua educação foi feita paralelamente na Escola do Exército, onde se licenciou em Engenharia Civil (1893), e na Universidade de Coimbra , onde frequentou o curso de Ciências Matemáticas. Foi um reconhecido Químico. Na área militar, Tomás Cabreira atingiu o posto de coronel, em 1918, ano da sua morte.
Tomás Cabreira esteve, igualmente, ligado à política, tendo sido vereador da Câmara Municipal de Lisboa, em 1908, e deputado republicano pelo Algarve às Constituintes, em 1911.

cc_19800505_faro_Esc_sec_tomas_cabreira.jpg

Carimbo comemorativo da Escola Sec. de Tomás Cabreira. Nº cat.: 1307

 

Texto inicialmente publicado no artigo "Ilustres edis de Portugal" na revista Cábula Filatélica nº 27, abril de 2014 

Edis de Portugal 2 - Manuel de Arriaga

Nascido na Horta, ilha do Faial, Manuel de Arriaga, licenciou-se em Direito na Universidade de Coimbra, tendo-se distinguido como advogado e político, com fortes convicções republicanas, mas também como escritor.

Foi ainda vereador republicano da Câmara Municipal de Lisboa, eleito a 13 de dezembro de 1885.

Em 1910 foi nomeado Magnífico Reitor da Universidade de Coimbra, com Sidónio Pais como Vice-Reitor. Quase na mesma altura, foi nomeado para as funções de Procurador-Geral.

Foi o primeiro Presidente da República Portuguesa, eleito por proposta de António José de Almeida, recolhendo 121 votos em 217, mantendo-se em funções de agosto de 1911 até maio de 1915. Faleceu, quase 2 anos depois, em março de 1917.

ip_cc_20100317_horta_manuelarriaga.jpg

Inteiro postal comemorativo do Centenário da República com  Manuel de Arriaga, à esquerda e selo representando o busto da República, com porte Taxa Paga, válido para Portugal, circulado da Horta para Condeixa, com carimbo comemorativo de 17/03/2010 e marca de dia da Horta. Nº cat. IP:373. Nº Cat. CC: 4074

 

4000.jpg4083.jpg

2 dos carimbos comemorativos dedicados a Manuel de Arriaga, da Horta. Nº cat.: 4000 e 4083

 

 

 Texto inicialmente publicado no artigo "Ilustres edis de Portugal" na revista Cábula Filatélica nº 27, abril de 2014 

 

Edis de Portugal 1 - Alexandre Herculano

Alexandre Herculano, ilustre romancista e historiador foi eleito Presidente da Câmara Municipal de Belém, em 1853, sendo o seu primeiro Presidente, tendo aí desempenhado um importante papel, «...como tal assumiu atitude polémica contra o governo, defendendo os munícipes dos vexames dos impostos e da fiscalização...».

selo_pt_1977_alexandre_herculano_4.JPGselo_pt_1977_alexandre_herculano_15.JPGselos_pt_2010_vultos_alexandre_herculano.JPG

 

O chamado Termo de Lisboa (um vasto território que se estendia a norte e a ocidente da cidade de Lisboa), com a reforma administrativa de 11 de Setembro de 1852, foi extinto sendo criados dois novos concelhos: Belém e Olivais. O concelho de Belém englobava as freguesias de Ajuda, Belém, Benfica, Carnide, Odivelas e, ainda, S. Pedro de Alcântara, S. Sebastião, e Santa Isabel. O total da superfície do concelho de Belém era de cerca de 63 Km2. A 18 de Junho de 1885, o concelho de Belém foi extinto.

cc_19780312_oeiras_alexandre_herculano.JPG

 

Texto inicialmente publicado no artigo "Ilustres edis de Portugal" na revista Cábula Filatélica nº 27, abril de 2014