Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Blog de J. Cura

Blog pessoal sobre filatelia e outros colecionismos

Blog de J. Cura

Blog pessoal sobre filatelia e outros colecionismos

Inteiro postal tipo "Lusíadas" circulado de Lisboa para Ancião

ip_flam_coloque_selos_lx_19350315_procuradoria_mun

ip_flam_coloque_selos_lx_19350315_procuradoria_mun

Inteiro postal circulado de Lisboa para Ancião (Ansião) em março de 1935 da Procuradoria Geral dos Municípios para o Chefe da Secretaria da Câmara Municipal.

Flâmula nº 6c "Colocar os selos no angulo superior direito da frente" de Lisboa Central, 2ª secção.
Inteiro postal tipo "Lusíadas" OM80, de 25c, porte para bilhetes postais simples da época (entre 1924 e 1941 e de acordo com Decreto n.º 9424)

A Procuradoria Geral dos Municípios foi uma empresa fundada em 1930 por Jayme d’Almeida Coutinho, que prestava serviços e vendia material para os municípios do interior. Hoje em dia, chama-se "Imprensa Municipalista", devido ao seu nome original poder ser confundido com alguma entidade "oficial". A sua designação foi alterada na década de 1940?.

 

Inteiro postal: Da Nau Catrineta

ip_conheca_poesia_nau_catrineta_194907_cbr_covilha

Inteiro postal: Conheça a sua poesia - Da Nau Catrineta, circulado para a Covilhã em julho de 1947, com porte de $50.

Poema de origem de tradição oral, relata as dificuldades alimentares por que passavam os marinheiros portugueses nos primeiros tempos da epopeia marítima dos Descobrimentos.

A versão do inteiro postal foi adaptada (cortada):

– “Sobe, sobe, marujinho,
Àquele mastro real,
Vê se vês terras de Espanha,
As praias de Portugal!”

– “Alvíssaras, capitão,
Meu capitão general!

– “Que queres tu, meu gageiro,
Que alvíssaras te hei-de dar?”

– “Capitão, quero a tua alma,
Para comigo a levar!”

– “Renego de ti, demónio,
Que me estavas a tentar!
A minha alma é só de Deus;
O corpo dou eu ao mar.”

Inteiro postal: Santo António - Pe António Vieira

ip_conheca_prosadores_antonio_vieira_santo_antonio

Inteiro postal circulado de Coimbra para a Covilhã, com flâmula de ondas de Coimbra, com data ilegível e marca de dia da Covilhã de chegada a 8 AGO 1949. 

Inteiro postal da série "Conheça os seus prosadores" (nº 15) com valor facial de $50, correspondendo ao porte de bilhetes postais simples, em vigor na época. Sem elementos postais no verso.

"E se António era luz do mundo, como não havia de sair da pátria? Saiu como luz do mundo e saiu como português. Por isso nos deu Deus tão pouca terra para o nascimento, e tantas terras para a sepultura.
Para nascer, Portugal; para morrer, o mundo." Dos Sermões, de 1670

Inteiros postais da Rússia - Pioneiros da Computação

2 inteiros postais novos da Rússia de 2018, com 2 pioneiros da Computação: Vladimir Melnikov e Bashir Rameev.

ip_russia_2018_melnikov.jpg

Vladimir Andreevich Melnikov nasceu a  18 de agosto de 1928 na vila de Venyukovo, perto de Moscovo. Em 1951 formou-se no Instituto de Engenharia de Energia de Moscovo - MPEI. Membro da Academia Russa de Ciências, Vladimir Melnikov foi discípulo do cientista russo  Sergei Lebedev, fundador da ciência da computação nacional, o criador dos primeiros computadores soviéticos. Desde 1950, sendo ainda aluno, trabalhou no Academic Institute of Precise Mechanics and Computer Engineering (IPMCE), onde participou do desenvolvimento do primeiro computador eletrónico soviético - BESM (computadores de alta velocidade), tendo-se tornado chefe executivo da equipa. Mais tarde, esse computador foi replicado na China. Um papel significativo na vida de Melnikov foi desempenhado pela criação do computador transístor BESM-6, no qual ele trabalhou como chefe executivo. Em 1967, esse computador foi colocado em produção e foi produzido por 17 anos. Em 1969, Melnikov iniciou o projeto e desenvolvimento de um sistema de computação - BESM-6 (HI-6). Em 1975, durante o voo espacial soviético-americano 'Soyuz-Apollo' a operação foi realizada no sistema, construído com base em HI-6 e BESM-6, que também fornecia um processamento altamente automatizado de dados balísticos e telemétricos no Centro de Controlo da Missão Soviética. A partir de 1978, Melnikov começou a desenvolver um novo supercomputador, que tinha o nome de 'Electronics SS BIS' , o seu último grande projeto e era semelhante  ao supercomputador americano Cray 1. Faleceu em maio de 1993.

ip_russia_2018_rameev.jpg

Bashir Iskandarovich Rameev nasceu a 1 de maio de 1918 e faleceu a 16 de maio de 1994, foi um inventor e cientista soviético, um dos fundadores da computação soviética, autor de 23 patentes, incluindo a primeira patente no campo de computadores eletrónicos oficialmente registada na URSS - uma patente para a Máquina Eletrónica Digital Automática (1948).

As invenções de Rameev abriram caminho para o desenvolvimento de um novo campo da ciência soviética - a computação eletrónica - e para a formação de um novo ramo da indústria que a apoiasse. As ideias centrais incorporadas na invenção de Rameev do computador eletrónico incluíam: armazenamento de programas na memória do computador, uso de código binário, utilização de dispositivos externos e implantação de circuitos eletrónicos e díodos semicondutores. A primeira publicação sobre tecnologia semelhante fora da URSS apareceu em 1949-1950. Rameev também sugeriu que os dados de computação intermediários fossem impressos automaticamente em fita perfurada e enviados para o dispositivo aritmético do computador para processamento subsequente, o que significa que o processamento dos comandos seria realizado no dispositivo aritmético do computador; isso geralmente é referido como a arquitetura de Von Neumann.

De particular interesse é a invenção de Rameev de circuitos de controlo de matriz de díodo, que foram usados ​​para construir sua primeira ideia, o primeiro mainframe soviético fabricado em série "Strela" (1954).  Na década de 1950, os circuitos de controle díodo-matriz não eram muito difundidos devido às suas dimensões significativas e alto consumo de energia. Porém, com o subsequente desenvolvimento da microeletrónica e o surgimento de circuitos integrados de grande escala, que possibilitaram implantar dezenas ou centenas de milhares de díodos e transístores n uma única peça de silício, o conceito de circuitos de controlo tornou-se viável e comummente utilizado. Os computadores "Strela" realizavam cálculos em física nuclear, foguetes e pesquisas espaciais. Notavelmente, uma das "Strelas" foi usada para calcular a trajetória da órbita do "Sputnik". Para o desenvolvimento de "Strela", Rameev e sua equipa receberam o Prémio Stalin de 1º grau, que era o maior prémio soviético na época. Entre 1956 e 1969, Rameev projetou e supervisionou o fabrico de 14 computadores diferentes, incluindo: a série de computadores multifuncionais "Ural" e várias máquinas especializadas. A "famosa família de computadores 'Ural' de Rameev existiu mais de 15 anos sendo uma das pedras angulares da futura engenharia da computação russa".

 Adaptado de Wikipedia

Carta inteira da Suiça com publicidade da Verbatim

carta_inteira_suica_verbatin.JPG

Carta inteira de taxa paga da Suiça com publicidade da Verbatim, produtor de CD-ROMs, com marca pré-impressa PP (Postage Paid) 4702 Oensingen sobre o selo. Selo pré-impresso com edíficio da loja na referida cidade de Oensingen e balão de ar-quente com publicidade Schäfer Shop e respetivo url. O grupo SSI SCHAEFER é o maior fornecedor de sistemas de armazenagem e soluções logísticas do mundo oferecendo soluções para armazéns, fábricas, escritórios e oficinas. Marcas/barras de endereçamento no fundo e código de caixa postal (postfach).