Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Blog de J. Cura

Blog pessoal sobre filatelia e outros colecionismos

Blog de J. Cura

Blog pessoal sobre filatelia e outros colecionismos

Inteiro da Croácia com carimbo do Euro 2004

147_001_croatia-zagreb-2004-soccer-football-europe

Inteiro postal da Croácia com carimbo comemorativo do Campeonato da Europa de Futebol - Euro 2004 (Portugal 2004) de Zagreb de 12/06/2004, dia de abertura da fase final do Torneio.

A seleção da Croácia jogou com a Suiça no dia seguinte, 13 de junho, no  Estádio Dr. Magalhães Pessoa em Leiria, tendo sido o resultado um empare a zero.

A Croácia ficou-se pela fase de grupos (grupo B), com 2 pontos, frutos dos empates com Suiça e França (2-2). Jogou ainda com a Inglaterra tendo perdido por 2-4.

Edis de Portugal 9 - António Rodrigues Sampaio

António Rodrigues Sampaio foi um jornalista e político, nascido em Esposende em 25 de Julho de 1806, sendo um dos mais proeminentes representantes do liberalismo nacional do século XIX. Foi deputado, ministro e presidente do Conselho (cargo equivalente ao primeiro ministro atual), entre outros cargos, além de assumido maçon.
Além dessas responsabilidades, foi eleito para a Câmara Municipal de Lisboa, em 1867, na vereação que foi dissolvida em 1868 por ocasião do movimento da Janeirinha, não chegando a tomar posse do lugar para que fora escolhido.
Por muitos considerado controverso, foi um dos representantes da imprensa de causas daquele século, agitando as opiniões com os seus polémicos e acesos artigos.

cc_20060725_esposende_antonio_rodrigues_sampaio.jp

Carimbo comemorativo ”Bicentenário de Rodrigues Sampaio”, Esposende (e igual em Lisboa). Nº cat.: 3798 e 3799

 

ip_p_2006_antonio_rodrigues_sampaio.jpg

Inteiro Postal comemorativo do bicentenário de António Rodrigues Sampaio, jornalista & político (1806-1882).  Nº cat.: 331

 

Edis de Portugal 2 - Manuel de Arriaga

Nascido na Horta, ilha do Faial, Manuel de Arriaga, licenciou-se em Direito na Universidade de Coimbra, tendo-se distinguido como advogado e político, com fortes convicções republicanas, mas também como escritor.

Foi ainda vereador republicano da Câmara Municipal de Lisboa, eleito a 13 de dezembro de 1885.

Em 1910 foi nomeado Magnífico Reitor da Universidade de Coimbra, com Sidónio Pais como Vice-Reitor. Quase na mesma altura, foi nomeado para as funções de Procurador-Geral.

Foi o primeiro Presidente da República Portuguesa, eleito por proposta de António José de Almeida, recolhendo 121 votos em 217, mantendo-se em funções de agosto de 1911 até maio de 1915. Faleceu, quase 2 anos depois, em março de 1917.

ip_cc_20100317_horta_manuelarriaga.jpg

Inteiro postal comemorativo do Centenário da República com  Manuel de Arriaga, à esquerda e selo representando o busto da República, com porte Taxa Paga, válido para Portugal, circulado da Horta para Condeixa, com carimbo comemorativo de 17/03/2010 e marca de dia da Horta. Nº cat. IP:373. Nº Cat. CC: 4074

 

4000.jpg4083.jpg

2 dos carimbos comemorativos dedicados a Manuel de Arriaga, da Horta. Nº cat.: 4000 e 4083

 

 

 Texto inicialmente publicado no artigo "Ilustres edis de Portugal" na revista Cábula Filatélica nº 27, abril de 2014 

 

Inteiro postal do Dia Internacional da Liberdade de Imprensa

ip_cc_2015_porto_liberdade_imprensa.jpg

 

Inteiro postal circulado com carimbo comemorativo do Dia Internacional da Liberdade de Imprensa de 2015/05/03 do Porto para Condeixa.

Tanto o carimbo como o IP têm a frase "Je suis Charlie" de apoio ao jornal francês Charlie Hebdo alvo de um ataque terrorista alguns meses antes.

O IP apresenta ainda algumas figuras relevantes na temática da liberdade de imprensa: Benjamin Franklin (“Quem aceita abrir mão da liberdade essencial, só para comprar segurança temporária, não merece nem segurança nem liberdade”), John Milton (“Acima de todas as liberdades, o que mais desejo é a liberdade de saber e poder debater sem restrições, de acordo com a minha consciência”) e Voltaire (“Não concordo com uma só palavra do que dizeis, mas lutarei até a morte pelo vosso direito de dizê-las”).