Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Blog de J. Cura

Blog pessoal sobre filatelia e outros colecionismos

Blog de J. Cura

Blog pessoal sobre filatelia e outros colecionismos

Carta envelope de Boas Festas - Brasil 2

carta_envelope_brasil_boas_festas_196712_2 (4).JPG

carta_envelope_brasil_boas_festas_196712_2 (1).JPG

Carta-envelope de Boas Festas ("Alegres Festas de Natal") circulada de Porto Murtinho (Mato Grosso do Sul - Brasil) para Coimbra, com marca de saída de 18/12/1967 e marca de trânsito de 21/12/1967 (2ª T-ORD-DR-CGE). Sem marca de chegada. Selos de 120 cruzeiros (Aliança para o Progresso - Companheiros da Aliança) + 5 centavos (Regular Série Mulheres Famosas do Brasil - Anita Garibaldi)  Edição: EPAG - Editora Paulista de Arte Gráfica Ltda - São Paulo, Brasil (nº 1851).

aqui mostrei outra peça parecida (outro modelo e outro porte).

 

Flâmula belga: "Tous les chemins menent a Genappe"

frag_flam_belgica_19981117_genappe_selo_flor.jpg

Flâmula da Bélgica: "Tous les chemins mènent a Genappe" (todos os caminhos vão dar a Genappe), sobre selo com flor, circulado a 17/11/1998.

Genappe, nome francófono da localidade (em valão: Djinape, em holandês: Genepiën) é uma cidade e município da Bélgica, localizado no distrito de Nivelles, província de Brabante Valão, região da Valónia (zona francófona), conhecida desde o séc. XI.

 

 

Carta de luto francesa

carta_franca_flam_ondas_valdoise_19920515_luto.jpg

Carta de luto francesa circulada internamente para Nucourt Magny-en-Vexin (comunas do departamento de Val-d'Oise, região da Île-de-France) com selo Marianne de Briat de 2,50f com flâmula de ondas de Magny en Vexin (Val d'Oise) de 15/05/1992.
Os selos Marianne de Briat ou do Bicentenário, criados para comemorar os 200 anos da Revolução Francesa, circularam de 1990 a 1996, desenhados por Louis Briat.

Inteiros postais da Rússia - Pioneiros da Computação

2 inteiros postais novos da Rússia de 2018, com 2 pioneiros da Computação: Vladimir Melnikov e Bashir Rameev.

ip_russia_2018_melnikov.jpg

Vladimir Andreevich Melnikov nasceu a  18 de agosto de 1928 na vila de Venyukovo, perto de Moscovo. Em 1951 formou-se no Instituto de Engenharia de Energia de Moscovo - MPEI. Membro da Academia Russa de Ciências, Vladimir Melnikov foi discípulo do cientista russo  Sergei Lebedev, fundador da ciência da computação nacional, o criador dos primeiros computadores soviéticos. Desde 1950, sendo ainda aluno, trabalhou no Academic Institute of Precise Mechanics and Computer Engineering (IPMCE), onde participou do desenvolvimento do primeiro computador eletrónico soviético - BESM (computadores de alta velocidade), tendo-se tornado chefe executivo da equipa. Mais tarde, esse computador foi replicado na China. Um papel significativo na vida de Melnikov foi desempenhado pela criação do computador transístor BESM-6, no qual ele trabalhou como chefe executivo. Em 1967, esse computador foi colocado em produção e foi produzido por 17 anos. Em 1969, Melnikov iniciou o projeto e desenvolvimento de um sistema de computação - BESM-6 (HI-6). Em 1975, durante o voo espacial soviético-americano 'Soyuz-Apollo' a operação foi realizada no sistema, construído com base em HI-6 e BESM-6, que também fornecia um processamento altamente automatizado de dados balísticos e telemétricos no Centro de Controlo da Missão Soviética. A partir de 1978, Melnikov começou a desenvolver um novo supercomputador, que tinha o nome de 'Electronics SS BIS' , o seu último grande projeto e era semelhante  ao supercomputador americano Cray 1. Faleceu em maio de 1993.

ip_russia_2018_rameev.jpg

Bashir Iskandarovich Rameev nasceu a 1 de maio de 1918 e faleceu a 16 de maio de 1994, foi um inventor e cientista soviético, um dos fundadores da computação soviética, autor de 23 patentes, incluindo a primeira patente no campo de computadores eletrónicos oficialmente registada na URSS - uma patente para a Máquina Eletrónica Digital Automática (1948).

As invenções de Rameev abriram caminho para o desenvolvimento de um novo campo da ciência soviética - a computação eletrónica - e para a formação de um novo ramo da indústria que a apoiasse. As ideias centrais incorporadas na invenção de Rameev do computador eletrónico incluíam: armazenamento de programas na memória do computador, uso de código binário, utilização de dispositivos externos e implantação de circuitos eletrónicos e díodos semicondutores. A primeira publicação sobre tecnologia semelhante fora da URSS apareceu em 1949-1950. Rameev também sugeriu que os dados de computação intermediários fossem impressos automaticamente em fita perfurada e enviados para o dispositivo aritmético do computador para processamento subsequente, o que significa que o processamento dos comandos seria realizado no dispositivo aritmético do computador; isso geralmente é referido como a arquitetura de Von Neumann.

De particular interesse é a invenção de Rameev de circuitos de controlo de matriz de díodo, que foram usados ​​para construir sua primeira ideia, o primeiro mainframe soviético fabricado em série "Strela" (1954).  Na década de 1950, os circuitos de controle díodo-matriz não eram muito difundidos devido às suas dimensões significativas e alto consumo de energia. Porém, com o subsequente desenvolvimento da microeletrónica e o surgimento de circuitos integrados de grande escala, que possibilitaram implantar dezenas ou centenas de milhares de díodos e transístores n uma única peça de silício, o conceito de circuitos de controlo tornou-se viável e comummente utilizado. Os computadores "Strela" realizavam cálculos em física nuclear, foguetes e pesquisas espaciais. Notavelmente, uma das "Strelas" foi usada para calcular a trajetória da órbita do "Sputnik". Para o desenvolvimento de "Strela", Rameev e sua equipa receberam o Prémio Stalin de 1º grau, que era o maior prémio soviético na época. Entre 1956 e 1969, Rameev projetou e supervisionou o fabrico de 14 computadores diferentes, incluindo: a série de computadores multifuncionais "Ural" e várias máquinas especializadas. A "famosa família de computadores 'Ural' de Rameev existiu mais de 15 anos sendo uma das pedras angulares da futura engenharia da computação russa".

 Adaptado de Wikipedia

Carta inteira da Suiça com publicidade da Verbatim

carta_inteira_suica_verbatin.JPG

Carta inteira de taxa paga da Suiça com publicidade da Verbatim, produtor de CD-ROMs, com marca pré-impressa PP (Postage Paid) 4702 Oensingen sobre o selo. Selo pré-impresso com edíficio da loja na referida cidade de Oensingen e balão de ar-quente com publicidade Schäfer Shop e respetivo url. O grupo SSI SCHAEFER é o maior fornecedor de sistemas de armazenagem e soluções logísticas do mundo oferecendo soluções para armazéns, fábricas, escritórios e oficinas. Marcas/barras de endereçamento no fundo e código de caixa postal (postfach).

Carta dos EUA com 10 selos

carta_eua.JPG

Carta circulada do Estados Unidos para a Alemanha com 10 diferentes selos, totalizando um porte de 93 cêntimos, sendo curioso ainda o facto de todos os selos terem valores faciais diferentes. 
Utilização do selo da emissão "Progress in Electronics" com o equipamento "Marconi Spark coil/gap" que corresponde a um emissor de faísca, que produz ondas electromagnéticas de radiofrequência a partir de uma faísca gerada por uma descarga elétrica de alta voltagem, inventado por Guglielmo Marconi