Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Blog de J. Cura

Blog pessoal sobre filatelia e outros colecionismos

Blog de J. Cura

Blog pessoal sobre filatelia e outros colecionismos

Edis de Portugal 4 - Craveiro Lopes

Ilustre militar, Francisco Higino Craveiro Lopes nasceu a 12 de abril de 1894, em Lisboa. De perfil discreto foi o inesperado candidato da União Nacional, após o falecimento do Marechal Óscar Carmona, em 1951. Eleito sem surpresas, teve um mandato recatado, apesar de algumas divergências com Salazar. Viria a ser substituído, em 1958, pelo candidato apoiado também pela União Nacional, Américo Tomaz.

 

selo_brasil_1957_craveiro_lopes.jpgLogo após o 28 de Maio de 1926, que pôs fim à 1ª República e que mais tarde deu origem ao Estado Novo, aceitou ser nomeado Presidente da Câmara Municipal de Sintra.

De 1945 a 1949 foi eleito, pelo distrito de Coimbra, representante na Assembleia Nacional, cargo que acumulou com o de comandante da Base Aérea da Terceira.

selo_angola_1965_barragem_craveiro_lopes.jpg

selos_stp_craveiro_lopes.png

 

 

 Texto inicialmente publicado no artigo "Ilustres edis de Portugal" na revista Cábula Filatélica nº 27, abril de 2014 

Edis de Portugal 1 - Alexandre Herculano

Alexandre Herculano, ilustre romancista e historiador foi eleito Presidente da Câmara Municipal de Belém, em 1853, sendo o seu primeiro Presidente, tendo aí desempenhado um importante papel, «...como tal assumiu atitude polémica contra o governo, defendendo os munícipes dos vexames dos impostos e da fiscalização...».

selo_pt_1977_alexandre_herculano_4.JPGselo_pt_1977_alexandre_herculano_15.JPGselos_pt_2010_vultos_alexandre_herculano.JPG

 

O chamado Termo de Lisboa (um vasto território que se estendia a norte e a ocidente da cidade de Lisboa), com a reforma administrativa de 11 de Setembro de 1852, foi extinto sendo criados dois novos concelhos: Belém e Olivais. O concelho de Belém englobava as freguesias de Ajuda, Belém, Benfica, Carnide, Odivelas e, ainda, S. Pedro de Alcântara, S. Sebastião, e Santa Isabel. O total da superfície do concelho de Belém era de cerca de 63 Km2. A 18 de Junho de 1885, o concelho de Belém foi extinto.

cc_19780312_oeiras_alexandre_herculano.JPG

 

Texto inicialmente publicado no artigo "Ilustres edis de Portugal" na revista Cábula Filatélica nº 27, abril de 2014 

Carta registada com carimbo comemorativo do foral da Ericeira

carta_cc_20130831_ericeira_foral_reg.JPG

 

Carta circulada registada de Ericeira para Coimbra, com selo de €1,70 da emissão Ourivesaria Arcaica (correspondendo ao porte de correio registado simples até 20g), com carimbo comemorativo dos 500 anos do foral da Ericeira de 2013/08/31 (sábado) e etiqueta NAVE com valor €0,00 da loja CTT da Ericeira (2655) de 2013/09/02 (2ª feira).

 

Durante a reforma manuelina dos forais, nos séculos XV e XVI (entre 1495 e 1520), D. Manuel I, “Rei de Portugal e dos Algarves, d’aquém e d’além-mar”, concedeu Foral Novo à Ericeira com direito a pelourinho, em 31 de agosto de 1513.